Detalhes da notícia

Bellintani fala sobre o processo democrático do Bahia

Nelson Ribeiro em 2017-11-10 | Categoria: Brasileirão 2016

O ex-secretário municipal e agora pré-candidato à presidência do Esporte Clube Bahia Guilherme Bellintani foi entrevistado por Chico Kertész durante o Jornal da Cidade 2ª Edição da Rádio Metrópole nesta segunda-feira (6) e comentou o processo democrático do clube.

De acordo com ele, a abertura do Esquadrão de Aço para a democracia possibilitou o crescimento da agremiação. "O processo faz sentido ser um clube democrático. O Bahia conseguiu isso através de eleições. Na sequência uma eleição muito importante que foi a de Marcelo SantʹAna e Pedro Henriques, uma democracia ainda jovem. Mas o Bahia vem ensinando o Brasil. Tem um clube em que os próprios sócios e torcedores escrevem a sua história", disse Bellintani, acompanhado do candidato à vice do clube, o atual diretor jurídico do Bahia, Vitor Ferraz. "Acho que a maturidade da democracia do Bahia é um incentivo para o brasil inteiro. Antes se via a democracia como não sendo uma necessidade. E hoje vemos que ela é uma realidade e que possibilitou isso tudo", finalizou o pré-candidato.

 Ferraz opinou e destacou o crescimento do Bahia diante da abertura para os torcedores. "O processo democrático do Bahia foi uma evolução conquistada pelos torcedores. Foi de fora para dentro. Eu era sócio do Bahia no tempo que eu chamo de período das travas, com 400 ou 500 torcedores. O Bahia hoje eu digo que tem o estatuto mais democrático do Brasil. Eu já fui procurado por alguns clubes como a Chapecoense e o São Paulo para servir como modelo", disse o dirigente.

Fonte: Metro1

Publicidade

Webmouse